Frederico Morais: o primeiro português numa final do circuito mundial de surf

“Frederico Morais tornou-se hoje no primeiro português a chegar à final de um campeonato do circuito mundial de surf, ao qualificar-se para o ‘heat’ decisivo da etapa sul-africana, ao vencer o brasileiro Gabriel Medina.”

De marinheiros que “deram novos mundo ao mundo” e de pescadores de bacalhau na Terra Nova, eis-nos heróis das ondas, surfando-as com destemor. Não sei se nos traz algum alívio económico. Mas na Civilização do Espectáculo, o espectáculo é que conta. Parabéns ao Frederico Morais, que, por sinal, é neto de uma amiga de infância.

Fonte: Frederico Morais é o primeiro português numa final do circuito mundial de surf – Desporto – SAPO 24

Irmãs Bermudes

tumblr_osu3mlCR3d1qilhxeo3_1280

As irmãs Clara e Cesina Bermudes na Segunda Corrida de Bicicleta de Lisboa, 1926. Eram filhas do escritor e dirigente do Benfica, Félix Bermudes. Tornaram-se famosas pelas suas proezas atléticas e eram consideradas heroínas juvenis.

(in “Portugal Século XX, Crónica em Imagens 1920-1930” do jornalista Joaquim Vieira, Círculo de Leitores, 1999. Retirado de Ilustração Portuguesa)

Jiménez coloca o Benfica na rota do ‘Tetra’

Raul Jiménez marcou o único golo da partida em Vila do Conde, colocando o Benfica mais perto do título de campeão pela quarta vez consecutiva.

Fonte: Jiménez coloca o Benfica na rota do ‘Tetra’ – Primeira liga – Futebol – SAPO Desporto

Jogos Mundiais Nómadas, 2016 – Kirguistão 

Os jogos incluem falcoaria (caça com águia), ossos (?) e kok-boru, uma forma de pólo da Ásia Central em que duas equipes lutam pelo controle de uma carcaça de cabra decapitada. Ver mais fotos seguindo o link da Tass.

Fonte: TASS: Society & Culture – 2016 World Nomad Games in Kyrgyzstan

Já nada é o que era, ou o lagarto vermelho

Bruno de Carvalho ergue o punho direito após a sua vitória para a presidência do Sporting, afirmando: “os adversários que acordem e estremeçam”. Ai que medo!, exclama aqui ao lado um amigo bem humorado. Isto tudo para dizer que neste tempo decadente até os símbolos andam ao sabor das conveniências. Pensava eu que só os “vermelhos” é que erguiam o punho direito nas suas manifestações sócio-políticas. Agora um lagarto, bem verde e eriçado, erguer o punho direito é outra política.

Glórias do hóquei em patins mundial 

Em Paço de Arcos memória dos campeões de Portugal, da Europa e do Mundo de hóquei em patins: Emídio Pinto, Correia dos Santos e Jesus Correia. Todos nascidos em Paço de Arcos e jogadores do Clube Desportivo de Paço de Arcos