É preciso topete 

Os líderes políticos portugueses devem pedir desculpa pelo papel do país no tráfico de escravos e incentivar uma discussão sobre o tema na sociedade portuguesa, defendem especialistas americanos ouvidos pela Lusa.

É preciso topete. Vêm estes iluminados recomendar aos outros o que não recomendam a si próprios. Eu acho que o mundo está à espera que os filhos do tio Sam peçam desculpa pelo extermínio dos índios americanos, e pelo que fizeram em Hiroxima e Nagasaki, no Iraque, no Afeganistão, na Coreia, no Vietname, etc. Com uma diferença: os bons filhos do tio Sam bateram em retirada, com um activo de milhares de mortos e feridos às costas, fazendo crer ao mundo que deixaram uma linda obra. A linda obra americana, nesses países, ainda hoje está à vista.

Fonte: Historiadores norte-americanos dizem que Portugal deve pedir desculpa por tráfico de escravos – Atualidade – SAPO 24

Príncipe Real D. Luís Filipe de Bragança

tumblr_o3xkdqiVnc1v31l37o1_540

Morto a 1 de Fevereiro de 1908, juntamente com seu pai, o rei D. Carlos, no regresso de Vila Vilosa, por dois elementos da sociedade secreta denominada Carbonária: Buiça e Costa. Ao acto passou a chamar-se Regicídio.

Esqueletos medievais de vítimas de punição violenta

image.aspx

Ossadas, de jovens com idades entre os 18 e os 35 anos, mostram que os homens foram vítimas de amputações de pés e mãos

Antropólogas das universidades de Coimbra (UC) e de Évora descobriram, em Estremoz, três esqueletos do período medieval que indicam a existência de “punição judicial através da amputação das mãos e dos pés, perto da morte (perimortem)”, foi hoje anunciado.

Fonte: Estremoz – Descobertos esqueletos medievais vítimas de punição violenta

Yuval Harari: “Não sabemos o que ensinar aos jovens pela primeira vez na História”

image.aspx

Obama, Bill Gates e Mark Zuckerberg ficaram fascinados com o livro ‘Sapiens’ de Yuval Noah Harari. O historiador dá a sua primeira entrevista para Portugal aquando do seu novo trabalho: Homo Deus

Fonte: Livro – Yuval Harari: “Não sabemos o que ensinar aos jovens pela primeira vez na História”

Merece uma leitura. Parece-me, no entanto, que o entrevistado é menos historiador e mais vidente.

Cum escafandro

Chester E. Macduffee with his 550 lb. (250 kg.) aluminum deep sea diving suit, 1911 [602×846]: HistoryPorn